Você está em Home >> Puericultura >> Como iniciar a introdução de outros alimentos após o aleitamento materno?

Siga:                         Já fez o seu cadastro? Entre aqui.

Como iniciar a introdução de outros alimentos após o aleitamento materno?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno exclusivo até a criança ter 6 meses. Depois dessa idade, o leite materno não contém mais, sozinho, todos os nutrientes de que o bebê precisa, especialmente o ferro, por isso outros alimentos passam a ser necessários para complementar a dieta.

Mesmo que seu filho só tome fórmula (leite artificial), e não leite materno, os especialistas recomendam esperar até os 6 meses para dar outros alimentos.

Um dos motivos é que o sistema digestivo ainda não está preparado para digerir outras comidas, e outro é que o organismo da criança estará mais forte para combater eventuais infecções ou alergias decorrentes da alimentação variada.

 

Como começar?

Após os 6 meses, as frutas, em forma de suco e papinhas, devem ser a primeira novidade na dieta do bebê. Na parte da manhã, depois da primeira mamada do dia, você pode oferecer uma dose bem pequena de suco (por volta de 30 ml) com uma colherinha de plástico ou silicone (caso seu filho já tome mamadeiras, você pode usar uma para o suco também, mas nesse caso é preciso coá-lo. Não acrescente açúcar ou água e prefira frutas naturalmente mais doces e menos ácidas (como a laranja lima). Nunca acrescente mel.

De início, pode ser que ele não aprecie muito o gosto, mas vale a pena insistir para, aos poucos, ir educando o paladar da criança. Pode demorar até dez tentativas para ela aceitar a novidade. É importante lembrar também de introduzir um alimento por vez e aguardar 2 ou 3 dias para oferecer outro ou misturar (assim você poderá avaliar a aceitação e se houve alguma reação como por exemplo reações alérgicas, dores de barriga, diarréia ou manifestações cutâneas). Algumas boas opções para acrescentar ao suco de laranja são acerola, mamão papaia, cenoura e beterraba.

Quando o bebê estiver aceitando bem o suco, após a mamada do almoço, inicie o lanchinho da tarde. Experimente raspar ou amassar banana (prata, maçã ou nanica), pêra ou maçã (crua ou cozida) e também dar com uma colher pequena, aumentando a quantidade à medida que o bebê demonstrar mais interesse.

A seguir, por volta dos 7 meses, você pode tentar introduzir uma sopa "salgada" (na verdade feita com legumes, tubérculos, verduras e carne, preferencialmente carne vermelha, mas com muito pouco sal) na hora do almoço. Quando perceber que seu filho já está comendo bem a sopa do almoço, dê uma também na hora do jantar.

Caso o bebê demonstre não ter gostado da experiência, tente oferecer o mesmo alimento alguns dias depois. Pode ser que a reação seja a mesma, mas não desista, porque muitas vezes as crianças acabam se acostumando aos novos sabores.

Lembre que o apetite do bebê vai mudar a cada refeição, por isso é melhor prestar atenção aos sinais que ele dá.

Quando a criança se recusa a abrir a boca para a próxima colher, vira o rosto ou começa a brincar com a comida, é porque provavelmente está satisfeita. Se seu filho a surpreendeu e se revelou um comilão, pode atender à vontade o apetite dele, mas pare de alimentá-lo quando ele mostrar que não quer mais.

 

Como fazer as papinhas?

 

Papa de banana•

1 banana

Descasque a fruta e amasse com um garfo. Sirva com uma colher de plástico ou silicone.

• bananas-maçãs tendem a prender o intestino, sendo recomendadas para o caso de diarréia e enquanto as nanicas soltam, sendo usadas para combater a prisão de ventre.

 

Papa de mamão

Meio mamão-papaia

Lave bem a casca e depois corte o mamão na metade. Retire com uma colher as sementes pretas e só use a polpa. Amasse e dê com uma colher pequena de plástico ou silicone.

 

Papa de caldo de carne com abóbora, mandioquinha (ou batata) e cenoura

100 gramas de carne bovina magra, como coxão duro ou músculo

1 fatia de abóbora

1 mandioquinha

1 cenoura

água filtrada

Corte a carne em pedaços e refogue em uma panela com um pouco de óleo vegetal. Quando começar a ficar corada, acrescente a abóbora, a mandioquinha e a cenoura descascadas e grosseiramente cortadas e uma pitada de sal, se desejar. Cubra tudo com água filtrada, tampe a panela e cozinhe em fogo baixo até que os legumes estejam moles (a abóbora pode levar mais tempo que a cenoura). Separe a carne e amasse o resto com um garfo ou passe pela peneira.

 

Papa de caldo de frango com abobrinha, batata e cenoura

100 gramas de peito ou coxa de frango

1 abobrinha

1 cenoura

1 batata

Água filtrada

 

Com o frango cortado em cubos, aqueça óleo vegetal em uma panela e refogue até que mude de cor. Acrescente então a abobrinha, a batata e a cenoura descascadas e cortadas e uma pitada de sal, se quiser. Cubra tudo com a água e cozinhe lentamente até os legumes amolecerem. Retire o frango e amasse a mistura restante com um garfo ou passe na peneira.

 

Clínica Infantil Reibscheid

 

| Enviar para um amigo | Imprimir | Comentar

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado

Pediatria em foco

Atualidades | Comportamento | Doenças comuns | Higiene | MÍDIA | Nutrição | Puericultura | Saúde | Segurança | Vacinas | Curva do crescimento
DICAS | PERGUNTAS FREQUENTES | Cadastre-se

Pediatria em Foco © 2012. Todos os direitos reservados.

 

Clinica Infantil Reibscheid

Clínica Reibscheid | Links | Localização | Fale Conosco

Clínica Infantil Reibscheid © 2012. Todos os direitos reservados.

Telofone:  11 3801-2676

Horário de funcionamento / atendimento: Segunda a sexta, das 10h às 19h

 

Desenvolvido por: Floot Digital