Você está em Home >> Saúde >> Orelhas de abano. Quando operar?

Siga:                         Já fez o seu cadastro? Entre aqui.

Orelhas de abano. Quando operar?

Médico explica sobre a otoplastia, cirugia para corrigir deformidades na orelha e que pode ser realizada a partir dos sete anos

Não são apenas os adultos que têm preocupações com a estética. A orelha de abano, por exemplo, é algo que costuma incomodar crianças e jovens, muitas vezes alvo de brincadeiras e gozações por parte dos coleguinhas de escola.

O doutor Wagner Montenegro, cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, explica como é feito o diagnóstico e diz que a otoplastia, cirurgia realizada para corrigir o problema pode ser feita a partir dos sete anos, quando a cartilagem das orelhas já atingiu quase seu tamanho total. Confira como é realizado o procedimento e o pós-operatório.



 

O que é a otoplastia?



“A otoplastia é a cirurgia que corrige as deformidades da orelha. Existem três tipos de deformidades: a de posição, de formato e de tamanho. A deformidade de posição pode ser a chamada “orelha de abano”, na qual a orelha está muito afastada da cabeça. A de formato está relacionada à má-formação da orelha. Por fim, a de tamanho acontece quando uma orelha tem tamanho diferente da outra”. 



 

Como se desenvolve?



“Estas deformidades podem ser de origem genética ou traumática. Acidentes e/ou atritos constantes – como os sofridos pelos praticantes de lutas – são exemplos de traumas que podem causar danos no formato da orelha”.



 

Como se faz o diagnóstico?



“A otoplastia é, normalmente, indicada para aproximar a orelha da cabeça, corrigindo, assim, a forma e o desenho. A deformidade mais comum é a popularmente chamada “orelha de abano”, ou orelha em abdução, porém, pode-se utilizar a otoplastia para o caso de orelhas grandes ou lóbulo rasgado. Na consulta médica, o cirurgião plástico fará uma análise detalhada do problema e indicará a melhor técnica para sua solução”.



 

Como se trata?



“Não existe tratamento para este tipo de deformidade. A única solução é a cirurgia plástica. No caso da deformidade de posição, a cirurgia consiste em consertar o ângulo de posição da orelha em relação à cabeça. Quando ocorre uma deformidade de formato, a cirurgia aproxima a orelha à cabeça e corrige o formato desigual.

Por fim, a cirurgia de reparação da deformidade de tamanho consiste em reduzir o tamanho da orelha. Para isso, pode-se tratar apenas o pólo superior, apenas o lóbulo, apenas a concha ou todas essas regiões associadas. Quem pode indicar qual é o caso do paciente e como tratá-lo é somente o cirurgião plástico”.



 

Quando o procedimento cirúrgico é indicado?



“Tecnicamente, o procedimento pode ser realizado a partir dos sete anos, período em que a estrutura já está formada e com o tamanho muito próximo daquele que terá na fase adulta.

No caso das orelhas de abano, o fator determinante é, porém, o bullying que as crianças podem sofrer dos coleguinhas da escola, que começam a dar apelidos cruéis que deixam a criança desconfortável e insegura. Nos outros casos, o procedimento é indicado para pacientes que sentem incômodo e desconforto com a forma de suas orelhas”.



 

Qual é o melhor método anestésico?



“A cirurgia pode ser feita de três maneiras: com anestesia local, anestesia local com sedação ou anestesia geral (com a qual o paciente dorme durante todo o procedimento). A escolha é feita de acordo com o tamanho da cirurgia, as condições clínicas e/ou psicológicas do paciente e a sua idade”.



 

Como é o pós-operatório?



“Alguns cuidados especiais são necessários após a cirurgia. É preciso ter cuidado para não traumatizar a orelha e evitar dormir sobre a área operada durante três semanas. É necessário utilizar uma bandagem elástica que protege e mantém a orelha imobilizada junta à cabeça por um mês, apenas para dormir.

Logo após a otoplastia, a orelha já está praticamente com o formato final, existindo apenas edema e equimose (inchaço e roxidão), que regridem em até 21 dias. A cicatriz leva seis meses para amadurecer”.


 

Fonte: Site Chris Flores 

 

| Enviar para um amigo | Imprimir | Comentar

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado

Pediatria em foco

Atualidades | Comportamento | Doenças comuns | Higiene | MÍDIA | Nutrição | Puericultura | Saúde | Segurança | Vacinas | Curva do crescimento
DICAS | PERGUNTAS FREQUENTES | Cadastre-se

Pediatria em Foco © 2012. Todos os direitos reservados.

 

Clinica Infantil Reibscheid

Clínica Reibscheid | Links | Localização | Fale Conosco

Clínica Infantil Reibscheid © 2012. Todos os direitos reservados.

Telofone:  11 3801-2676

Horário de funcionamento / atendimento: Segunda a sexta, das 10h às 19h

 

Desenvolvido por: Floot Digital